Skip to content

A cultura do uso da bicicleta como meio de transporte

1 de março de 2013

Imagem

Em tempos de caos no trânsito nas cidades grandes (e nas nem tão grandes assim), uma assim que se apresenta como uma boa alternativa é o uso de bicicletas como meio de transporte.

Vantagens não faltam para a utilização das magrelas como meio de transporte: andar de bicicleta é uma ótima atividade física, os custos com manutenção são baixíssimos e não há gasto com combustível ou tarifas, não polui o meio ambiente, não gera mais trânsito (ao contrário, à medida que as pessoas passem a preferir se deslocar de bicicleta, serão retirados muitos carros das ruas).

É evidente que deve haver uma infraestrutura adequada (uma ampla rede de ciclovias, estacionamentos, por exemplo). Temos que admitir que as cidades brasileiras não estão preparadas para oferecer ao ciclista as minimas condições necessárias a sua segurança e conforto. Neste caso, a bicicleta acaba sendo utilizada ou por falta de opção (pessoas sem dinheiro para compra uma moto, por exemplo) ou apenas para diversão/atividade física (como ocorre nos calçadões das praias de Ponta Verde, Boa Viagem, Copacabana, etc, ou nos parques, como o Ibirapuera).

É interessante perceber que o uso da bicicleta como meio de transporte é mais intenso em alguns países onde boa parte da população tem baixo poder de compra (como na Índia, Tailândia) ou em países desenvolvidos, especialmente na Europa. Neste contexto, há de ser dado o devido destaque a países com Holanda, Alemanha e os países escandinavos. Não há tempo ruim para estes ciclistas (já vi gente pedalando em Londres com temperaturas negativas).

Imagem

Outra questão que considero importante é a necessidade da legislação estar mais adaptada à presença dos ciclistas no trânsito, dividindo muitas vezes espaço com pedestres, carros, motos, ônibus, etc. Esta legislação teria que garantir direitos aos ciclistas, mas também lhes exigir uma série de deveres (inclusive, para a própria integridade dos cilicistas,  como o uso obrigatório de equipamentos de segurança e sinalização.

Também considero uma ótima iniciativa a que encontramos em diversas cidades do mundo, como Paris e Barcelona, onde a Prefeitura disponibiliza bicicletas nas ruas para uso pelos moradores e turistas, podendo haver o pagamento pelo seu uso até com cartão de crédito. Algumas cidades brasileiras já começam a oferecer este serviço.

Imagem

Quando vivi um tempo na Europa, não tinha carro: fazia tudo andando, de metrô, de ônibus ou de bicicleta. Lógico que lá as coisas funcionam melhor. Mas também é questão cultural. Quem sabe se um dia não vemos este costume se espalhar por aqui?

Imagem

About these ads
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 72 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: