Tomatina: festa de adulto ou de criança?

Você já deve ter visto uma imagem de milhares de pessoas que se divertem arremessando tomates umas nas outras. Este evento ocorre na cidade de Buñol (Espanha), desde 1944, sempre na última quarta-feira de agosto. De acordo com o site infopedia, “Por volta das 11 horas da manhã, um foguete marca o início da “guerra” e tomates bem maduros voam pelos ares atirados em todas as direções, entre risos e gritos, em que amigos e estranhos se tornam em alvos humanos. As regras exigem que o tomate seja esmagado nas mãos antes de ser atirado e não é permitido o arremesso de quaisquer outros objetos. Qualquer pessoa que fuja é um alvo prioritário, assim como turistas bem vestidos ou com máquinas fotográficas. Há quem aconselhe o uso de óculos de proteção pois o sumo de tomate nos olhos torna-se um pouco incomodativo para quem quer ripostar com sucesso. Ao fim de uma hora um foguete marca o final da “batalha” e as pessoas dirigem-se aos muitos chuveiros públicos que o município providencia ao longo do rio, enquanto os habitantes limpam a praça e as fachadas das casas com jatos de água. A festa continua com comida, bebida, música e alegria durante todo o resto da semana de festejos. A origem da Tomatina remonta a 1944 quando, dizem uns, um grupo de amigos se envolveu numa batalha “tomatal”, iniciando uma prática que se repete todos os anos em toda a cidade. Há quem diga que o alvo era um grupo de jovens ricos e aperaltados, outros dizem que La Tomatina começou por ser um símbolo da oposição antifranquista. Seja qual for a sua origem, a Tomatina é hoje uma tradição de Buñol, que atrai todos os anos milhares de visitantes nacionais e estrangeiros.”. Ao final da festa, imagino que os participantes vão ficar um bom período sem querer comer tomate. E aí: é festa de adulto ou infantil? Eu, particularmente, gostaria de participar um dia, voltando a me sentir como uma criança, relembrando meus tempos em que fazíamos guerra de maisena no carnaval da Barra de São Miguel-AL.

Anúncios