Minhas cidades preferidas I. Barcelona

Depois de ter feito um Top 10 com as praças que visitei que considero mais bonitas, resolvi agora escrever um pouco sobre as cidades que mais gostei de conhecer. Não são necessariamente as mais bonitas, ou as melhores para fazer turismo. Mas são as que mais curti. Vou começar a lista aleatoriamente, sem fixar quais são estas cidades ou a quantidade. Deixarei-me levar pelo momento.

Começarei minha lista pela cidade que creio reunir a maior quantidade de coisas que gosto: Barcelona.

A capital de Catalunha é uma cidade que mescla a organização européia com a energia latina. Tem uma arquitetura singular, com grandes nomes como Gaudí, que lá deixou suas grandes obras, como a Sagrada Família, a Casa Batlô, a Pedrera, o Parque Güell, dentre outras.

O urbanismo de Barcelona surpreende, principalmente no bairro Eixample, modelo de organização e traçado em formato de tabuleiro de xadrez. Morei durante um ano no Passeig de San Joan com a Diagonal, principal avenida da cidade. Principal em movimento, pois nenhuma chega perto do Passeig de Gracía, a mais elagante de BCN.

Também adoro Barcelona por ser uma cidade de praia, situada às margens do Mediterrâneo. Isto dá à cidade um clima maravilhoso, nos dois sentidos: não chega a ter um inverno rigoroso e o clima de festa está sempre presente.

Aos que gostam de futebol, você está no paraíso, pois lá é a sede do melhor clube do planeta. Fui três vezes ao Camp Nou, e parecia jogo de um time só, pois ninguém (nem mesmo o forte Milan, com Ronaldinho Gaúcho) conseguia tirar a bola dos pés de Messi e cia.

Para quem gosta de arte, a capital catalã tem ótimo museus e palácios, como o Palau de Música Catalã, uma obra prima.

Como Barcelona tem tudo isto (e muita gente além de mim sabe disto), a cidade abriga milhares de estrangeiros de todo mundo.

Reclamação a fazer? Sim, o catalão é muito orgulhoso de suas raízes (o que é bom), mas consegue ser barrista também. Mas isto não afeta os estrangeiros, que podem falar castelhano nas ruas (há algum problema, embora pouco, em algumas aulas nas universidades, ministradas em catalão).

Barcelona é a cidade mais animada que conheço: de dia e de noite, tem sempre o que fazer. É moderna, mas tem muita história. É cosmopolita, mas quer guardar suas raízes. Voltarei lá sempre que puder.