Amanhã será feriado no Brasil e em diversos países de todo o mundo. É o dia do trabalho, comemorado em todas as partes do planeta neste 1° de maio. Mas onde, quando e por que surgiu esta data associada à causa do trabalhador:

” A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores. Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes”(http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_do_trabalho.htm)

Vale ainda destacar que, no Brasil, o dia 1° de maio foi intensamente celebrado durante o Governo populista de Getúlio Vargas. O presidente sempre escolhia o Estádio de São Januário (estádio do Vasco da Gama, Getúlio era vascaíno) para acolher as comemorações. Durante muito tempo, divulgou-se que a CLT teria sido assinada em São Januário, fato recentemente desmentido. Na verdade, ocorrera um erro histórico, relatado no site http://www.netvasco.com.br/n/127201/ao-contrario-do-que-se-acredita-clt-nao-foi-promulgada-em-sao-januario.

Getúlio promulgara a CLT em 1° de maio de 1943, e neste ano, a solenidade referente ao dia do trabalho foi comemorada na Esplanada do Castelo, próximo ao Ministério do Trabalho. Entretanto, como há um vídeo de Getúlio discursando em São Januário, atribui-se tal discurso à promulgação da CLT. Cabe registrar que Getúlio celebrou o dia 1° de maio no Estádio do Vasco da Gama nos anos de 1940, 1941, 1945, 1951 e 1952 (nestes dois últimos anos, já existia o Maracanã, inaugurado para a Copa do Mundo de 1950).

Também merece registro que apesar de São Januário não ter sido palco da promulgação da CLT, foi no estádio do Vasco que Getúlio Vargas, em 1940, assinou o decreto que criou o salário mínimo, e, em 1941, Getúlio Vargas instituiu a Justiça do Trabalho no estádio de São Januário.

http://www.youtube.com/watch?v=ZP1JWag7OCY Vídeo de Getúlio em São Januário em 1943

http://www.youtube.com/watch?v=LQCV1iFegZg Vídeo de Getúlio Vargas em São Januário em 1951