Apesar de ter estado em Bilbao (Espanha) há pouco tempo atrás ( em 2009), confesso não ter muitas lembranças da cidade: recordo-me dos bares de pintxos, espécie de tapas (tira-gostos) do País Vasco; lembro-me do rio que corta a cidade e de uma bela ponte, além de duas esculturas intrigantes (uma aranha e um cachorrinho gigantes). Todas estas lembranças ficam em segundo plano quando recordo o magnífico museu Guggenheim, grande atração de Bilbao.

Na verdade, o museu foi construído para este fim: revitalizar Bilbao e projetá-la como cidade turística (sua vocação anterior era industrial), já que ela andava um tanto quanto decadente.

E conseguiu: projetado pelo famoso arquiteto canadense Frank Gehry, já foi visitado por milhões de pessoas. Confesso: fui a Bilbao especialmente para ver o museu…”Ver” por fora, pois o Guggenheim chama a atenção mais por ser exterior, com placas de titânio e aspecto único, que por seu acervo (quando estive lá, havia uma exposição interessante sobre o arquiteto norte americano Frank Lloyd Wright).

Comprovem se este edifício não é realmente de tirar o fôlego:

Anúncios