Algumas das minhas melhores lembranças de infância estão relacionadas aos filmes que assistia na Sessão da Tarde, e neste contexto, para mim, nada se comparava aos filmes dos Trapalhões e de Jerry Lewis, comediante norte-americano que considero o maior de todos os tempos do gênero.

Certamente, esta opinião não é só minha, pois muitos críticos o consideram o maior humorista que o cinema produziu. Sozinho ou ao lado de Dean Martin, sendo dirigido ou dirigindo a ele próprio, Lewis fazia rir com uma facilidade incrível (Jim Carrey se inspirou nele), e tinha uma imagem associada à pureza, coisa rara hoje em dia.

Lewis (de 1926) ainda trabalha, tendo também uma grande atividade filantrópica, em defesa das pessoas com distrofia muscular (chegou a ser indicado ao Prêmio Nobel da Paz, por seu trabalho neste sentido).

Filmes como O professor aloprado, O biruta e o folgado, O filhinho do papai, dentre outros, são clássicos que as novas gerações deveriam assistir (e morrer de rir).

Ficheiro:Lewis and Martin.jpg

Alguns de seus filmes (completos):

Bancando a ama seca: http://www.youtube.com/watch?v=vLX13fsz3sE

Ou vai ou racha: http://www.youtube.com/watch?v=djd5HoKI-lw

O meninão: http://www.youtube.com/watch?v=7hnzsW4uoJ0

Anúncios