O município de Marechal Deodoro, situado na região metropolitana de Maceió, reúne distintas paisagens naturais, rico patrimônio histórico e cultural, além de inúmeras atrações turísticas, o que lhe confere uma condição privilegiada no Estado de Alagoas.

Fundado em 1611 com o nome de Santa Maria Madalena da Lagoa do Sul, em 1817, passa a ser chamada de Alagoas, e em 1936 (100 anos após ter perdido para Maceió a condição de capital do Estado, situação até hoje sentida), passou a adotar o nome de seu filho mais ilustre, Marechal Deodoro, o Proclamador e Primeiro Presidente da República brasileira.

Convém ainda registrar que desde 16 de setembro (data da Emancipação Política de Alagoas) de 2006, passou a ser tombada pelo Ministério da Cultura como Patrimônio Histórico Nacional. Tal circunstância pode ajudar a preservar o patrimônio da cidade, que ficou muito tempo sem os devidos cuidados.

Marechal Deodoro tem uma invejável geografia: é banhada pelo Oceano Atlântico, abrigando a famosa Praia do Francês, pela a Lagoa Manguaba (a maior do Estado) e por canais que a conectam esta à Lagoa Mundaú, onde está localizado o Polo Gastronômico mais importante de Alagoas, a Massagueira. Também neste município está situada a maior ilha lacustre do Brasil, a ilha de Santa Rita. Devido à proximidade com Maceió (28 km), cujo acesso se dá por rodovia duplicada, Marechal Deodoro vem atraindo inúmeros investimentos imobiliários, hoteleiros e industriais. O município tem o terceiro maior PIB do Estado, e é sede do maior Polo Industrial de Alagoas, além de abrigar usina de açúcar.

Acesso: AL 101 Sul Duplicada

Patrimônio histórico-cultural e paisagens naturais:

Dizem que em Marechal, ou se é músico ou é pescador:

Economia:

Turismo

Indústrias

Anúncios