Recentemente adquiri o livro “Os centros urbanos: a maior invenção da humanidade”, de Edward L. Graeser. Trata-se de uma obra bem interessante, em especial para aqueles que gostam de cidades, urbanismo, geografia humana, economia, dentre outros temas relacionados ao fenômeno da urbanização.

No livro, o autor, que é professor de Economia de Harvard, analisa “como as cidades nos tornam mais ricos, inteligentes, saudáveis e felizes”, ao contrário do que muitos acreditam.

Como nos últimos tempos passei a lecionar a disciplina Direito Urbanístico, confesso que estou adorando a leitura. No livro, o autor apresenta as diversas experiências de cidades como Nova York, Tóquio, Londres, Dubai, Cingapura, Rio de Janeiro, dentre outras, mostrando como as cidades se adaptam às características de seus habitantes, e vice e versa.

Alguns dos capítulos propõem discussões bem polêmicas: “O que há de bom sobre as favelas?”, “Seria Londres um resort de luxo?”, “O que há de tão bom sobre os arranha-céus?”, “Nada há mais ecológico que o asfalto?”, dentre outros.

Espero poder compartilhar algumas situações apresentadas no livro, seja em sala de aula, seja aqui no blog culturaeviagem.