Um dos bons (na verdade, excelentes) motivos para visitar Alagoas é experimentar sua gastronomia. Do litoral ao serão, os pratos são de dar água na boca.

Sobre a gastronomia alagoana:

“A culinária é a arte de cozinhar, ou seja, confeccionar alimentos, e foi evoluindo ao longo da história dos povos para tornar-se parte da cultura de cada um. Cada país e região tem a sua culinária própria que depende, não só da mistura de culturas, mas principalmente dos ingredientes disponíveis.
A culinária alagoana não difere da culinária do Nordeste em geral. Torna-se, porém, muito mais variada em função da riqueza de suas lagoas costeiras, que deram o nome ao Estado das Alagoas, o antigo Sul da Província de Pernambuco (até 1817). Cercada de mar e lagoa por três lados, Maceió é uma cidade de Restinga. À sombra dos coqueirais de Maceió, o forte são as comidas à base de coco. É um verdadeiro festival de comidas do mar, dos rios e das lagoas. Há peixes nobres das águas mornas, como a cavala “perna de moça”, sirigado, arabaiana e cioba. Os pitus e camarões de água doce e agora, a criação em cativeiro, com alta tecnologia, do camarão gigante da Malásia. As carapebas, camurins (robalo) e curimãs da lagoa Mundaú são de um sabor inigualável, o camarão barba roxa e suas deliciosas fritadas e até o camarão de cueca, ao comer deixa-se a metade da casca, e o cabeça de coco. Também das lagoas e manguezais, os guaiamuns com Pirão mexido, caranguejo uçá e suas deliciosas patinhas como tira-gosto. Agulha frita, Siri do Pilar, Casquinha de siri de coral, Siri capado, diz-se do serrado ao meio e ensopado com leite de coco; polvo, lagosta e ostra. Taioba e maçunim (vôngole), moluscos deliciosos, são apanhados com facilidade na coroa de areias. O mais alagoanos dos pratos é mesmo o sururu. Sua mais tradicional forma de preparo é o Sururu de capote, servido na casca. Lavado em muitas águas, é levado ao fogo, onde junta seu próprio caldo, rico em fosfato. Come-se com Pirão coberto. Há ainda o Sururu ensopado e a Fritada de Sururu. Prato de sucesso é a Caldeirada de frutos do mar: camarão, siri, sururu, lagosta, polvo, patinha de uçá, ostra e maçunim são ensopado juntos no leite de coco. A iguaria é acompanhada de Mingaupitinga, massa de mandioca no leite de coco. Na região do litoral Sul de Alagoas está localizado o maior pólo gastronômico do Nordeste – Massagüeira -, às margens da lagoa Manguaba, distante 15 km de Maceió, onde a beleza do lugar compete com o paladar. Além da culinária típica de Alagoas, existem outras opções gastronômicas para conquistar o paladar dos visitantes. Pratos da comida japonesa, peruana, portuguesa, italiana, francesa e chinesa, constam no cardápio dos restaurantes da cidade.  A culinária também se destaca pela variedade dos pratos da comida regional, a exemplo de carne-de-sol com fava ou feijão verde, feijoada, galinha ao molho pardo, picanha grelhada ou na chapa, pernil, bisteca, frango assado e as nobres carnes de avestruz e de búfalo, uma atração à parte. Para acompanhar as refeições, deliciosos sucos de laranja, acerola, mangaba, graviola, caju, goiaba, maracujá, pinha entre outros, e para sobremesa, doces de frutas tropicais. Variedades de quitutes especiais são os doces e bolos de tabuleiros encontrados em Riacho Doce. São produzidos no forno à lenha e alguns embalados com folhas de bananeira, como pé-de-moleque, brasileiras, bolos de milho, macaxeira e massa puba. Pode ser escolhida, comprado e degustado nas portas das quituteiras que mantém, há décadas, essa tradição no litoral Norte de Maceió. Não podemos deixar de destacar as tapiocas, encontradas na orla das praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca.  São feitas na chapa quente, servidas na hora, e o cliente escolhe o sabor do recheio. A tradicional tapioca é apenas feita com a goma e recheio de coco ralado. Por toda essa diversidade é que vale a pena saborear a gastronomia da capital alagoana, da Costa dos Corais, das Lagoas e Mares do Sul, das cidades do Rio São Francisco e da região Quilombola”. (fonte: http://www.identidadealagoana.com.br)

Após a teoria, apresento as comidas da minha terra:

PRATOS DO MAR/LAGOA/RIO

Agulhinha frita, isca de peixe, ostra, espeto de camarão, lula…

Peixada, camarão, ostra, pirão, maçunim…

O mais alagoano dos pratos: o sururu

Maçunim

Sururu de capote

Casquinha de siri

Siri de coral

Siri mole

Patinha de caranguejo

Lagosta

Camarão de tudo quanto é variedade de pratos

“Camarão Bar das Ostras”, prato que é Patrimônio Imaterial de Alagoas

PRATOS DO SERTÃO/INTERIOR

Buchada

Cuscuz com carneiro guizado

Arrumadinho

Carne de sol

Sarapatel

Caldinho de feijão

Escondidinho de carne de sol

Feijoada

Sobremesas:

Broa de goma

Tapioca

Cocada

Suspiro

Doce de leite de bolinha

Pé de moleque

Bolo de rolo