Se muitas das principais capitais brasileiras estão situadas na costa atlântica, e as principais cidades dos EUA se dividem entre as costas do Pacífico e do Atlântico, as capitais mais importantes da Europa são banhadas por rios. Isto aconteceu por razões óbvias: a facilidade de transporte através dos rios foi sempre levada em consideração.

Seja o Sena em Paris, o Tâmisa em Londres, o Tejo em Lisboa, o Moldava em Praga, o Tibre em Roma, o Spree em Berlim, o Moskva em Moscou ou mesmo o Danúbio, que banha nada menos que Viena, Budapeste e Belgrado, os rios europeus cortam belíssimas cidades, tendo servido ao crescimento das mesmas como ambiente propício para o transporte de passageiros e de carga.

Além disto, os rios que têm seu percurso nas capitais da Europa produzem belas paisagens, contribuindo com o turismo. Quem, por exemplo, nunca se encantou com imagens das belas pontes de Roma, Praga ou Budapeste? Ou, em sua próxima passagem pela Europa, que tal fazer um passeio de barco pelo Sena, pelo Spree ou pelo Moskva?

 

Veja abaixo imagens dos principais rios que cortam capitais europeias.

Danúbio em:

Budapeste

Viena:

Belgrado:

Spree em Berlim:

Tejo em Lisboa:

Tamisa em Londres:

Sena em Paris:

Moldava (Vltava) em Praga:

Tibre (Tevere) em Roma:

Moskva em Moscou:

Anúncios