Ontem tive a oportunidade de conhecer mais um restaurante italiano em Maceió: Basilico, que está localizado no bairro da Jatiúca (o bairro do entretenimento da capital alagoana). Além do ambiente agradável e da fidelidade do cardápio com a gastronomia italiana (antipasti, primo piato, secondo piato e dolce), chamou-me a atenção a simpatia do proprietário da casa, o italiano Stefano.

Circulando de mesa em mesa, Stefano explicava cada prato. Batemos um papo descontraído, enquanto tomávamos licores: o famoso limoncello (feito da casca do limão siciliano) e um licor de manjericão (significado da palavra basilico). O engraçado é que estive em janeiro na Sicília com minha esposa, e todos os dia lhe prometia que tomaríamos o tal do limonccelo. No meio de tanto vinho, por alguma razão, o limonccelo não aconteceu por lá. Curiosamente, viemos experimentá-lo em Maceió mesmo. Uma delícia.

Stefano nos disse que ele veio de Rimini, uma cidade italiana da qual eu já tinha muito ouvido falar. Ele nos explicou que Rimini é uma espécie de precursora no turismo de massa em balneários de praia: há várias décadas, os europeus vão passar suas férias de verão na cidade, situada às margens do Mar Adriático. Ele nos contou que uma pequena cidade de pouco mais de 100 mil habitantes, chega a receber mais de 3 milhões de turistas no verão.

Segundo Stefano, em um trecho de orla de cerca de 15 quilômetros, há “milhares” de hotéis e centenas de discotecas. Imaginem as festas que rolam por lá  (seguramente não quero isto para Maceió, que prefiro que se mantenha como um destino de praia mais relaxado). Por fim, contou-nos que Rimini é a cidade natal de Federico Fellini, o grande cineasta italiano, que adorava se hospedar no belíssimo Grand Hotel (uma espécie de Copacabana Palace de Rimini).

Curioso em ver Rimini em fotos, fiz uma rápida busca na internet e compartilho com vocês as imagens que confirmam as informações passadas por Stefano. Ontem a noite, efetivamente, de uma mesa de restaurante viajamos novamente à Itália.

Abaixo, a vocação praieira de Rimini:

Foto de 1965, que demonstra como a cidade é invadida por turistas no verão há muitas décadas:

Multidão de turistas nas praias:

Grand Hotel, onde Fellini adorava se hospedar em Rimini:

Rimini também tem um belo centro histórico:

Anúncios