Imagem

 

Imagem

Acabamos de chegar de mais uma viagem cultural à Europa. Em sua terceira edição, nosso projeto levou desta vez 60 pessoas ao continente europeu, onde visitamos 12 cidades (Lisboa, Praga, Karlov Vary, Nuremberg, Heidelberg, Colônia, Haia, Amsterdam, Antuérpia, Bruges, Bruxelas e Paris) de 6 países (Portugal, República Tcheca, Alemanha, Holanda, Bélgica e França).

Imagem

Neste ano, priorizamos algumas atividades culturais ligadas à história européia (nas edições anteriores da viagem cultural, o foco foi as visitas às universidades seculares). Em todas as cidades que visitamos no roteiro (exceto em Antuérpia, onde tivemos uma rápida parada), fizemos (11) tours com guias nativos, todos falando português.

Imagem

A qualidade dos guias foi algo que chamou a atenção de todos. Como esqueceremos do Ivan, guia tcheco mal humorado mas extremamente culto, com diversas formações acadêmicas? E da Vera, guia holandesa com uma ironia fina e sotaque único? E Ludmila, guia portuguesa super simpática e íntima de Dom Pedrinho? Tudo isto sem esquecer do nosso querido Vicente, guia geral da viagem.

Da mesma forma, a abordagem das apresentações sobre as cidades foi algo que surpreendeu a todos: recebemos verdadeiras aulas de história, sociologia, geografia, idiomas, direito, costumes, etc relacionadas às cidades que visitamos. Não dá para esquecer, por exemplo, como se diz “casaco” e “água” em tcheco!!!

Imagem

A título de exemplo, tivemos o tour em Nuremberg que destacou a relação da cidade com o nazismo; outro em Heidelberg, onde conhecemos sua tradição acadêmica, o de Bruxelas ressaltou sua posição como capital da União Européia, o de Haia como capital jurídica do mundo, etc.

Imagem

Lugares como a Corte Internacional de Justiça em Haia; o Palácio de Justiça, onde aconteceram os julgamentos de Nuremberg, a catedral de Colônia, o Castelo de Praga, o centro histórico de Bruges, a Grand Place de Bruxelas, os canais de Amsterdam, a universidade de Heidelberg, o Museu do Louvre, as termas de Karlov Vary, a Torre de Belém em Lisboa, dentre outros, não sairão tão cedo das mentes e corações de quem fez parte de nosso grupo.

Imagem

Aliás, e que grupo!!!. Apesar da maioria de alagoanos, tínhamos também sergipanos, pernambucanos, paulistas e brasilienses que aderiram a este projeto inovador. Pessoas de variadas faixas etárias, de diversas formações, mas todos ansiosos por conhecimento, diversão e amizade.

Somadas as três edições da viagem cultural, com alegria constatamos que foram atingidas marcas expressivas, como mais de 200 pessoas que participaram das viagens, 10 países, mais de 20 cidades e 7 universidades seculares visitadas (Coimbra, Salamanca, Sorbonne, Oxford, Montpellier, Bolonha e Heildelberg). Todavia, mais importante que os números é a satisfação de quem se dá conta de como é bom ampliar os horizontes. Neste aspecto, creio que todos que estiveram nestes grupos podem atestar que viajar é uma das maiores e melhores experiências que o ser humano pode vivenciar.

Depois do êxito desta viagem cultural, só nos resta agradecer aqueles que confiaram nesta iniciativa e à Transamérica Turismo. Já começamos a planejar a próxima viagem. Neste aspecto, esperamos receber sugestões de lugares e contar com a presença dos amigos no grupo de 2015.

Imagem

 

 

Imagem

 

Anúncios