Próxima de seu 200° aniversário (data a ser comemorada em 05 de dezembro), Maceió vem tendo um ano de 2015 bem movimentado: somente nestas últimas semanas, sediou o Campeonato sul-americano de vôlei masculino e o Festival Internacional de Teatro de Objetos. Neste domingo, 04 de outubro, houve o desfile no mar da Pajuçara de diversas jangadas que tiveram suas velas transformadas em verdadeiras obras-de-arte.

Segundo o site cadaminuto:

O desfile das jangadas do Projeto Velas Artes, uma parceria da Prefeitura de Maceió com o Sebrae, aconteceu na manhã deste domingo (4). A partida foi na Praia de Pajuçara. De acordo com o Secretário de Turismo, Jair Galvão, o percurso será até o antigo Alagoainhas. O projeto chama a atenção de nativos e turistas, pela beleza que tem. “As jangadas representam a nossa cultura”, afirma o chefe da Pasta. Esta é a terceira edição do evento. “A primeira aconteceu em 1994 e a segunda em 1995. Muitos anos se passaram até hoje. Estamos muito felizes”, ressalta o secretário. As 15 jangadas foram pintadas pelos artistas Alex Barbosa, Ana Maia, Bárbara Lessa, Beto Normande, Dalton Costa, Eduardo Xavier, Juarez Orestes, Lula Nogueira, Maria Amélia Vieira, Paulo Caldas, Rogério Sarmento, Salles Tenório, Suel Damasceno, Tânia Pedrosa e Beto Leão, que está hospitalizado. Ele foi homenageado através de uma pintura feita por colegas. “No ano de seu Bicentenário, a cidade de Maceió é agraciada com o Projeto Velas Artes, que transforma as velas das tradicionais jangadas, que são um símbolo do turismo da capital e um produto turístico conhecido no Brasil e no mundo, em verdadeiras obras primas para todos contemplarem e lembrarem-se que Maceió é rica em história, cultura e atributos diversos”, disse Jair Galvão.” (fonte: http://cadaminuto.com.br/noticia/276088/2015/10/04/jangadas-do-projeto-velas-artes-passeiam-pela-orla-de-maceio)

Segundo o site G1:

A orla de Maceió ganhou mais cor neste domingo (4) com a ação de 15 artistas plásticos alagoanos que transformaram velas de jangadas em obras de arte. A saída das jangadas atraiu olhares de muitos alagoanos e turistas que se encantaram com a beleza das pinturas. A ação faz parte do projeto ‘Velas Artes’, promovido pelo Sebrae em Alagoas e pela Prefeitura de Maceió. O objetivo do projeto é divulgar e valorizar a cultura alagoana por meio de pinturas feitas em velas de jangadas, cedidas pela Associação dos Jangadeiros de Maceió, e que homenageia o teatrólogo, Gustavo Guilherme Leite, idealizador do projeto.  “Além das belas obras, o tema 200 anos de Maceió merece essa homenagem. Às vezes as pessoas não têm o costume de irem a um museu ou apreciar obras de arte. Desta forma,a exposição vem até a população e de graça”, ressaltou o ator e diretor David Farias. Os trabalhos ficaram nas jangadas nas praias de Pajuçara e Ponta Verde neste domingo. Depois, as jangadas ficarão expostas para o público, em local ainda a ser definido pela prefeitura, até o dia 5 de dezembro, quando, mais uma vez, elas irão desfilar toda a orla da capital. Esta é a terceira edição do Projeto ‘Velas Artes’, que teve sua última edição realizada em 1995 e, só agora, está voltando como uma ação do Movimento Compre do Pequeno Negócio, em comemoração aos 200 anos da cidade de Maceió. Segundo o diretor técnico do Sebrae em Alagoas, Ronaldo Moraes, voltar a realizar o projeto foi uma forma de poder divulgar a cultura do estado unindo duas ações festivas para o Brasil e a capital. “É uma emoção muito grande poder retomar o projeto ‘Velas Artes’, dentro da programação do Movimento Compre do Pequeno. Só o fato de ver tantos artistas motivados em homenagear o Gustavo Leite e estampar as suas ideias em velas de jangadas, está sendo produzido muito gratificante”, destacou Moraes.

Homenagem por meio da arte
A curadora do “Velas Artes”, Mirna Porto, explicou que cada artista foi escolhido “a dedo”, eque todos eles conheceram pessoalmente Gustavo Leite e acompanharam de perto os seus trabalhos. Entre os artistas escolhidos para transformar as velas das jangadas em arte, estão: Alex Barbosa, Ana Maia, Bárbara Lessa, Beto Leão, Beto Normande, Dalton Costa, Lula
Nogueira e Maria Amélia Vieira. “Foi o próprio Gustavo quem iniciou esse projeto junto com Sebrae. As duas primeiras edições foram um sucesso absoluto, por isso, nossa ideia, agora, foi a de chamar os artistas que participaram das primeiras edições e, também, novos profissionais que representam a atual geração para homenagear a figura do Gustavo. Sem dúvida alguma, os artistas que estão aqui ajudaram a abrir caminhos para o desenvolvimento da cultura no estado”, ressaltou Mirna.” (fonte: http://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2015/10/jangadas-viram-obras-de-arte-e-desfilam-na-orla-de-maceio.html)

Produção:

Jangadas antes de terem suas velas pintadas:

Velas das jangadas serão pintadas por artistas

Sobre a produção:

“O Armazém Uzina será transformado em um grande ateliê de arte. De hoje até quarta-feira (30), 15 artistas plásticos alagoanos vão transformar velas de jangadas em obras de arte, marcando o retorno do Velas Artes. O Projeto, depois de décadas, foi reativado, graças a uma parceria entre o Sebrae e da Prefeitura de Maceió e será relançado no dia 03 de outubro, às 19h, na praia de Pajuçara.As 15 velas são da Associação dos Jangadeiros de Maceió e serão transformadas pelos pincéis e mentes criativas de artistas como Alex Barbosa, Ana Maia, Bárbara Lessa, Beto Leão, Beto Normande, Dalton Costa, Lula Nogueira e Maria Amélia Vieira. Mirna Porto, arquiteta e coordenadora geral de Qualificação Profissional da Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), foi convidada para fazer a curadoria do Salão Marítimo de Artes Visuais, o o Velas Artes.” (fonte: http://www.maceio.al.gov.br/semtabes/noticias/velas-artes-artistas-comecam-a-transformar-jangadas/)